Reflexologia: indicações e contra-indicações

Reflexologia Podal

FOTO: Lubyanka/Wikimedia Commons

As práticas massoterápicas oferecem reconhecidos benefícios ao nosso organismo. Podemos citar a redução da tensão muscular, o alívio da dor, o aumento na circulação sanguínea como alguns dos mais evidentes. Percebe-se nas pessoas que recebem atendimento efeitos positivos em nível biológico, psicológico e emocional, como a diminuição da ansiedade e irritação, o aumento da produtividade, a melhora no humor e o aumento da concentração e motivação.

Esses resultados podem ser observados também nos clientes que recebem uma sessão de reflexologia. Reconhecida desde a Antiguidade como prática de saúde e bem-estar, essa terapêutica oferece os seguintes benefícios, conforme expressa Louise Keet (2010), autora de “A Bíblia da Reflexologia”:

  • Ajuda o corpo a restabelecer-se de quaisquer distúrbios a que esteja sujeito;
  • Diminui os efeitos do stress;
  • Estimula o sistema imunológico;
  • Alivia a dor;
  • Melhora a circulação;
  • Agiliza o trânsito intestinal;
  • Elimina os detritos orgânicos;
  • Livra o corpo de toxinas;
  • Estimula os nervos;
  • Promove o relaxamento geral;
  • Cria vínculos mais sólidos com as crianças;
  • Facilita o convívio entre as pessoas;
  • Ajuda na recuperação pós-cirúrgica diminuindo a dor e acelerando a cura.

Para Ann Gillanders (2008), reflexologista e autora de “Guia Completo da Reflexologia”: “Não há perigos associados à […] [prática], pois o profissional apenas trata o ponto reflexo no pé (ou na mão) ligado à parte correspondente do corpo. Ele não pressiona indevidamente nenhuma outra área do corpo nem a manipula seja de que modo for. Não prescreve medicamentos ao paciente [damos preferência ao termo: cliente] e sequer aplica, nos pés, óleos que possam irritar a pele.”

A terapeuta ressalta que todas as pessoas, desde a mais tenra idade à ancianidade, podem receber aplicações de reflexologia sem prejuízo à sua saúde. “Pode-se tratar sem riscos qualquer pessoa, não importa a idade. Eu própria já cuidei de crianças de menos de um ano e meu paciente mais velho tinha 99.” (GILLANDERS, 2008) Para ela, a importância da prática se dá pelo potencial de prevenção e manutenção da saúde inerentes a essa abordagem terapêutica:

“À medida que envelhecem, tanto homens quanto mulheres podem ser vítimas de pressão alta, angina e problemas cardíacos, bem como de dores reumáticas. Muitos idosos se submetem regularmente a tratamentos de reflexologia não apenas por causa de condições médicas específicas, mas também para preservar a saúde e a vitalidade pelo máximo de tempo possível.” (GILLANDERS, 2008)

INDICAÇÕES E CONTRA-INDICAÇÕES

Com essa gama ampla de possibilidades, podemos dizer que a reflexologia podal é indicada para:

  • doenças musculoesqueléticas, como dor cervical e lombar, limitações de movimento e dores articulares, doenças reumáticas e sequelas por acidente;
  • distúrbios funcionais no sistema digestório, como obstipação e diarreia, problemas no epigástrio, meteorismo, hemorróidas;
  • dores de cabeça de diferentes causas, como tensões na nuca, distúrbios hormonais e dores na região da cabeça após ingestão de determinadas comidas ou bebidas;
  • alergias, como asma brônquica e febre do feno, no caso de sintomas de incapacidade de assimilação de certos alimentos e influências do meio ambiente;
  • distúrbios funcionais de ciclo, como fortes dores decorrentes de menstruação, volume sanguíneo menstrual excessivo ou escasso, secreção vaginal anormal e como acompanhamento durante e depois da gravidez;
  • sinusite ou resfriados crônicos e agudos, e outras enfermidades das vias respiratórias;
  • sobrecargas linfáticas, especialmente no caso de lactantes e crianças.”Apesar dos inúmeros benefícios, uma série de precauções são necessárias para evitarmos expor nossos clientes a uma situação de risco. As contra-indicações gerais para a Massagem estão disponíveis no blog, através do texto “Todos podem receber Quick Massage?” e continuam válidas.Rememoramos algumas delas, que segundo Kolster e Marquardt aplicam-se especialmente aos clientes de reflexologia:
  • [tromboflebite]: inflamações agudas no sistema venoso e linfático, já que existe o perigo de que um trombo possa soltar-se e desencadear uma embolia num outro ponto;
  • órgãos e tecidos transplantados, já que sob condições desfavoráveis o transplante (que representa ‘um corpo estranho’ no organismo) poderia ser afetado;
  • psicoses, por exemplo, estados maníaco-depressivos ou esquizofrenia;
  • doenças com febre alta e doenças infecciosas. Além dos cuidados médicos, podem ser empregadas preensões de ajuste a fim de estabilizar o estado geral;
  • doenças reumáticas agudas que se relacionem diretamente com os pés;
  • síndromes de dor regional complexa no pé. O ponto afetado não é tratado; no entanto, se for o caso, pode-se trabalhar no pé oposto e na mão do mesmo lado. O mesmo vale para gangrena, eczema extenso e acometimento de micose no pé;
  • gravidez de risco.”

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s